Ao Cair da Noite

Fórum para discussão e criação do RPG Ao Cair da Noite, de Tiago José Deicide Galvão Moreira, autor de Anjo: A Salvação e Demônio: O Preço do Poder.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Rituais de Magia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
O Pi

avatar

Mensagens : 88
Data de inscrição : 01/06/2015
Idade : 30

MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   Ter Jun 21, 2016 3:42 pm

Ritual de Criação de Familiar
O ritual de criação de um familiar é único para cada mestre e tipo de animal. Mesmo que um ritualista consiga um manuscrito detalhando um ritual para a criação de um determinado familiar, ele ainda precisará criar seu próprio rito, baseando-se no rito descrito no tal manuscrito. O nível do ritual é igual ao nível do familiar desejado. As regras de criação de rituais são aplicadas normalmente.
Apesar da individualidade de cada rito, os rituais de criação de familiar seguem um determinado padrão, pois consistem em um único processo: o ritualista deve retirar um pedaço de sua alma e depositá-lo em um animal.
Preparação: Varia entre a criação de um círculo, disposição de velas, necessidade de autoflagelação, ambiente natural, doação de sangue do ritualista para o animal, etc.
Praticante: Acredita-se que apenas seres vivos podem executar este ritual, mas existem relatos de ocultistas que receberam familiares de seus misteriosos senhores infernais, que também poderiam criá-los. Mortos-vivos são totalmente incapazes de se conectar tão profundamente com uma criatura viva sem matá-la pouco depois.
Alvo: Uma criatura apropriada ao nível do ritual, de acordo com o histórico Familiar.
Sistema: O ritualista faz um teste prolongado de execução do ritual, devendo obter um número de sucessos igual ao dobro do Instinto do alvo. O alvo deve estar presente durante toda a cerimônia, normalmente preso ou inconsciente. O ritualista recebe dano letal não absorvível igual ao nível do ritual e deve gastar esta mesma quantidade em pontos de Gladius. Este Gladius não pode ser recuperado normalmente, sendo necessário o gasto de três pontos de experiência para cada ponto de Gladius a ser recuperado. O dano é regenerado normalmente.
Sucesso: O animal alvo deste ritual recebe um aumento de dois pontos em seu atributo Astúcia e de um ponto em seu Eidolon Instinto, desenvolvendo uma grande capacidade de aprendizado e compreensão, tal qual um espírito. Adicionalmente, o ritualista tem suas dificuldades reduzidas em dois pontos para qualquer teste de Empatia com Animais feitos para com seu familiar. Ambos compartilham de um Elo Empático, permitindo que se comuniquem através de emoções, palavras e imagens mentais. Com uma ação de rodada completa que exige concentração, é possível, para mestre e familiar, distinguir direção, distância e os estados físico e emocional um do outro. O Narrador pode exigir testes de Carisma (ou Percepção) + Empatia com Animais, para que o mestre transmita e compreenda mensagens empáticas trocadas com seu familiar. Além disso, de acordo com o nível do familiar, ele pode apresentar uma ou mais das seguintes habilidades especiais:
- Espécime Exemplar: O familiar se torna ligeiramente superior aos outros animais de sua espécie, recebendo uma melhoria de dez pontos de aprimoramento em sua ficha, de acordo com as intenções de seu mestre.
- Reserva da Alma: O familiar recebe um ponto de Gladius que pode ser usado por ele em situações de vida ou morte, ou por seu mestre quando está em contato com o animal. Este ponto de Gladius é recuperado com o descanso do familiar.
- Visão Compartilhada: Gastando um ponto de Gladius, o mestre pode se desligar de seus próprios sentidos para perceber o mundo através dos sentidos de seu familiar, como se usasse o ritual Possessão da Forma Primitiva. Nenhuma preparação é necessária, assim como nenhum teste, e seu familiar não precisa estar presente para iniciar este efeito.
- Camuflagem: O familiar é capaz de se esconder facilmente em um determinado tipo de ambiente, recebendo +3 dados em seus testes de Furtividade, quando neste ambiente.
- Visão Noturna: O familiar enxerga normalmente na escuridão total.
- Veloz: O familiar é capaz de se locomover mais rapidamente, adicionando +4 ao principal modo de velocidade do familiar.

Aprimorando o Ritual
O ritualista tem ainda a opção de aprimorar seu ritual de criação de familiar, para imbuir seu familiar com novas habilidades especiais ou para criar um novo familiar mais poderoso. As regras para criação de rituais são aplicadas, porém, desconta-se o número de sucessos e pontos de experiência igual ao nível que ele já possui. Exemplo: Um ritualista com Familiar 3 e que deseje aprimorar seu ritual para criar um familiar de nível 5 precisará de apenas 20 sucessos em seu teste de pesquisa e gastará apenas 4 pontos de experiência para o aprimoramento de seu rito.
A execução de um ritual aprimorado sobre um familiar também será menos desgastante, pois o ritualista receberá menos dano e gastará menos Gladius. O ritualista do exemplo receberia apenas dois pontos de dano e gastaria apenas dois pontos de Gladius, caso executasse seu ritual aprimorado sobre seu familiar. Porém, a criação de um novo familiar ainda exige toda a demanda de recursos normalmente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O Pi

avatar

Mensagens : 88
Data de inscrição : 01/06/2015
Idade : 30

MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   Qui Jun 23, 2016 3:48 pm

Terceiro Olho (Nível 3)
Reconhecer as criaturas que se escondem da visão comum é um grande desafio para qualquer ocultista, que normalmente conta apenas com seu instinto, sensitividade, investigação e conhecimento. Este rito permite que o ritualista economize tempo, revelando os monstros incógnitos que caminham entre os homens. O maior problema é que, quando se olha para o Abismo, o Abismo olha de volta, e a maioria dos monstros não gosta de ser identificada como tal.
Preparação: O ritual exige a preparação de uma poção. Um pouco de água deve ser fervida, juntamente com alguns ingredientes, variando de acordo com a versão do rito. Pó de ossos, acônito, sal e pelo de gato são exemplos do tipo de ingredientes normalmente usados.
Praticante: O ritualista precisa pertencer ao mundo material. Ele pode ser vivo ou morto-vivo, mas não um fantasma, demônio ou outra criatura de fora desse mundo.
Alvo: A poção.
Sistema: O ritualista insere os ingredientes enquanto mistura, gastando um ponto de Gladius e fazendo o teste padrão.
Sucesso: O líquido resultante poderá ser usado para aumentar a sensitividade de quem o beber. A poção possuirá um número de "doses" igual ao número de sucessos do ritualista. Cada dose ativa os efeitos no alvo por uma cena ou até ver uma criatura sobrenatural. Enquanto os efeitos da poção estiverem ativos, na primeira vez que uma criatura sobrenatural entrar no campo de visão do alvo, ele verá um breve lampejo da real natureza da criatura.
As visões são breves e simbólicas, mas significativas: um silencioso jovem pode surgir como um cadáver com sangue na boca, ou um simpático homem de terno pode assumir um assustador aspecto flamejante e com chifres. Fantasmas, espíritos e criaturas ocultas por poderes sobrenaturais também surgem momentaneamente como figuras nebulosas. Esse efeito só ocorre na primeira vez que os olhos do personagem encontram aquela criatura na cena, logo, não pode ser usado para rastrear criaturas invisíveis, apenas para saber que elas estão presentes.
Cada dose permite perceber uma única criatura. A poção perde um sucesso de sua potência a cada amanhecer, até se tornar inerte. Se a pessoa que beber a poção não for o próprio ritualista, esta precisa estar ciente e acreditar no poder da poção, ativando-a com um teste de Perseverança + Ocultismo, como se realizasse um rito de nível 0. Não é possível usar a poção por desconhecimento, bebendo-a por acidentalmente.
Falha: Em caso de falha, nada ocorre. O praticante pode tentar novamente, com a penalidade padrão de -1 a cada falha anterior.
O Preço do Poder: A poção trás revelação, mas não protege o alvo dos horrores que ele verá. Cada vez que ver uma criatura sobrenatural, deverá fazer um teste contra Medo (caso já espere algo do tipo), ou Pânico (caso seja uma revelação inesperada ou particularmente monstruosa). Além disso, a criatura revelada deve fazer um teste de Consciência (dificuldade 8 ). Se for bem sucedida, verá um breve lampejo de alguma representação simbólica no alvo, como um terceiro olho na testa, ou um círculo místico ao seu redor, revelando-o à criatura como alguém diferenciado. Mesmo que a criatura não veja o alvo, caso passe no teste, terá uma forte sensação de estar sendo observado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O Pi

avatar

Mensagens : 88
Data de inscrição : 01/06/2015
Idade : 30

MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   Sab Jan 28, 2017 2:13 pm

Este rito foi uma ideia que tive há algum tempo, onde o ritualista usaria sua magia para deformar a própria alma em busca de poder, de modo semelhante ao que demônios fazem com os Investimentos infernais.
Quando às Investidas concedidas por ele, trato delas no tópico Investimentos e Investiduras.

Ritos de Investida (Nível Variado)
Estas perigosas práticas místicas consistem na inscrição de marcas no corpo do ritualista, emulando a marcação da própria alma para despertar poderes sobrenaturais inerentes. Porém, poucos ritualistas buscam aprender tais ritos, e menos ainda se atrevem a fazê-lo devido ao preço que acompanha o poder.
Nota: Este ritual na verdade engloba diversos ritos diferentes. Ao aprender este rito, o personagem deve definir exatamente qual a investida concedida por seu rito. Para variar seu repertório de investidas, o personagem terá de aprender muitos ritos diferentes. O nível do ritual é igual ao nível da investida +2. Por exemplo, o Rito de Investida da Magia de Sangue seria um ritual de nível 4, uma vez que Magia de Sangue é uma investida de nível 2.
Preparação: O ritualista precisa inscrever símbolos místicos em seu corpo através de tatuagens ou com o uso de objetos cortantes. Usar apenas tinta sobre a pele também funciona, mas compromete a duração do efeito, que perde o poder assim que a pintura é danificada. Marcas permanentes podem ser reaproveitadas futuramente para renovar o efeito de um mesmo rito de investida.
É preciso acumular 5 sucessos em testes de Perspicácia + Ofícios ou Perspicácia + Expressão (dificuldade 6). O ritualista não precisa fazer isso ele mesmo, podendo especificar os símbolos para que outra pessoa os marque nele. Um ritualista que tenha seu corpo marcado com ferimentos receberá um número de pontos de dano letal igual ao nível da investida almejada.
O ritualista precisa também entalhar um círculo elaborado em uma superfície adequada, selá-lo com cera e rodeá-lo com velas, que devem ser acesas antes da execução do rito. Criar tal círculo exige testes de Perspicácia + Ofícios (dificuldade 8 ). O tempo mínimo é de uma hora, exigindo-se o acúmulo de 5 sucessos. O círculo pode ser reaproveitado para outros rituais de investida.
Praticante: Qualquer um.
Alvo: O próprio ritualista.
Sistema: O ritualista deve se posicionar dentro do círculo com as marcas no corpo visíveis, o que pode limitar a vestimenta usada. Ele então gasta uma quantidade variável de pontos de Gladius e faz um teste prolongado. É preciso acumular 5 sucessos para cada nível da investida almejada.
Sucesso: O ritualista recebe a investida concedida pelo rito por um período conforme o número de pontos de Gladius gastos:
1 Gladius Um dia
2 Gladius Três dias
3 Gladius Uma semana
4 Gladius Um mês
5 Gladius Seis meses
6+ Gladius Um ano, mais um ano adicional por ponto acima do 6º
Ao término desse período, os efeitos do ritual se desvanecem, mas podem ser renovados normalmente realizando o rito novamente. Para manter uma investida, é preciso realizar o rito de tempos em tempos. O efeito do rito também é perdido se as marcas corporais forem apagadas ou muito danificadas.
Falha: Nada acontece, mas o ritualista pode tentar novamente em outro momento.
O Preço do Poder: Cada investida possui um Preço a ser pago, um efeito colateral que recai sobre o ritualista que a recebe, permanecendo sobre ele pela mesma duração do efeito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Deicide
Admin
avatar

Mensagens : 112
Data de inscrição : 31/05/2015
Idade : 36

MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   Dom Jan 29, 2017 8:38 am

Fico um pouco desconfortável com rituais que criam efeitos assim.

Particularmente, em nível 2 eu faria apenas ilusões bem pequenas, como esconder ou alterar um objeto, e criaria uma série de rituais de nível superior, com efeitos cada vez maiores. Mudar de aparência é, no âmbito de rituais, algo muito poderoso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://drive.google.com/folderview?id=0B0O6h4ypgES5YURxSWlrN3Vt
O Pi

avatar

Mensagens : 88
Data de inscrição : 01/06/2015
Idade : 30

MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   Qua Fev 01, 2017 7:49 pm

Deicide escreveu:
Fico um pouco desconfortável com rituais que criam efeitos assim.

Particularmente, em nível 2 eu faria apenas ilusões bem pequenas, como esconder ou alterar um objeto, e criaria uma série de rituais de nível superior, com efeitos cada vez maiores. Mudar de aparência é, no âmbito de rituais, algo muito poderoso.

Está falando do Glamour? Que nível colocaria? 4? 5?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Deicide
Admin
avatar

Mensagens : 112
Data de inscrição : 31/05/2015
Idade : 36

MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   Qui Fev 02, 2017 9:29 am

O Pi escreveu:
Deicide escreveu:
Fico um pouco desconfortável com rituais que criam efeitos assim.

Particularmente, em nível 2 eu faria apenas ilusões bem pequenas, como esconder ou alterar um objeto, e criaria uma série de rituais de nível superior, com efeitos cada vez maiores. Mudar de aparência é, no âmbito de rituais, algo muito poderoso.

Está falando do Glamour? Que nível colocaria? 4? 5?

Sim. Na verdade, nem tinha visto que o tópico tinha alcançado a segunda página, então só tinha visto o ritual de Glamour.

O que sugeriria seria pensar em vários rituais de diferentes graus e daí por um acima do outro, algo como (sugestão):

2- Esconder um objeto levado no corpo
3- "Fantasma": ligar som, imagem e/ou outra sensação a um local, mas que desaparece ao ser confrontado diretamente. (imagens no canto da visão, um cheiro que desaparece ao se aproximar da fonte, vozes distantes)
4- "Manto": envolver-se numa ilusão. Diferentes rituais poderiam permitir furtividade aprimorada, mudar sua aparência quando alguém não presta atenção diretamente em você (cada pessoa o descreve diferente) ou o glamour como você fez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://drive.google.com/folderview?id=0B0O6h4ypgES5YURxSWlrN3Vt
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rituais de Magia   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rituais de Magia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Ritual estranho - Respondido

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Ao Cair da Noite :: Ao Cair da Noite :: Desbravadores do Oculto-
Ir para: